A natureza do Chi Kung

March 12, 2017

As sessões de Chi Kung, realizam-se 4ªfeira às 13h e Sábados às 09h30

Duração: 60 minutos

Professora  Lucília Simões

 

 

  Mais que um conjunto de exercícios, o chi kung é um estilo de vida que procura saúde. Para isso existem três fases na sua prática que são extremamente importantes: a concentração, a respiração e o relaxamento. Conheça-as.

   Chi kung (ou qigong) significa a arte de regular com êxito a energia, tendo como características fundamentais o movimento e a imaginação. O nome antigo dado ao chi kung era Tu Na, significando Tu expirar o velho (o Qi perverso) e Na inspirar o novo (o Qi correcto). 

 

  O chi kung é uma técnica particular de autodisciplina e preparação pessoal que se explicita através de três estados: o corpo; a respiração e a mente. 

Num nível de perfeito entendimento com esta arte, a questão passa por exercitarmos o nosso corpo durante o repouso e repousarmos durante o movimento. 

 

  O objectivo do chi kung é estarmos de boa saúde e, posteriormente, passarmos saúde aos outros. Os grandes mestres, que praticam verdadeiramente chi kung durante anos e anos conseguem, efectivamente, curar os outros que se encontram com falta de saúde. 

Esta ginástica energética procura controlar o pensamento (mente), as funções do corpo e a respiração e, deste modo, colocar-nos em harmonia com a natureza. 

 

  O intuito de harmonizar o corpo é relaxá-lo a tal ponto que a mente não é perturbada por nenhuma preocupação. No relaxamento devemos distender todas as células do nosso corpo, para conseguirmos limitar e evitar que elementos externos nocivos penetrem no nosso organismo. 

 

  O ponto mais alto da concentração acontece quando estamos em sintonia com a natureza. Sentimo-nos então parte integrante da natureza. Mas o importante é praticar esta preciosidade. Apenas na prática se assimilam todos os benefícios acima descritos. 

 

  Para tal, ainda que os exercícios possam parecer simples, é bom começar por ter alguém a monitorizar os movimentos. Procure informar-se de locais onde se ensina chi kung. Inicie esta prática e confirme no seu próprio corpo a graça desta arte. 

 

  Mais do que encará-lo como uma mera paleta de exercícios, adopte o chi kung como um estilo de vida, harmonize-se com a natureza e com tudo o que o rodeia. Pare de julgar os outros por esta ou aquela atitude e compreenda-os como parte integrante de si. Assim tudo lhe será mais fácil.

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload